[RESENHA] Slave to Sensation

11:09 2 Comments A+ a-



SLAVE TO SENSATION
Autora: Nalini Singh
ISBN: 9780575095663
Editora: Gollancz
Psy-Changeling #1

SKOOB | Compre na BOOK DEPOSITORY
Humano e animal, Lucas Hunter é um changeling faminto pelas emoções que os Psys desdenham. Depois de séculos de co-existência desconfiada, essas duas raças estão agora prestes a entrar em uma guerra, devido aos brutais assassinatos de várias mulheres changelings. Lucas está determinado a encontrar o assassino Psy que mutilou um membro de seu Clã, e Sascha é a porta de entrada para esta sociedade tão fortemente fechada. Mas ele logo descobre que essa fria Psy é muito capaz de paixão – e que o animal que vive dentro dele está fascinado por ela. Presos entre seus mundos conflitantes, Lucas e Sascha devem permanecer ancorados a suas identidades – ou sacrificar tudo para experimentar essa escura tentação...
Quando o Henri me convidou para resenhar livros que ainda não foram lançados aqui no Brasil, me senti nas nuvens: ganhei a chance de apresentar a vocês, ou até mesmo conhecer gente que também é fã, livros e autores que ocupam um espaço enorme no meu coração! E logo de cara, pensei na minha série favorita, que, até onde sei, infelizmente não tem direitos autorais comprados por alguma editora brasileira, mas que é possível encontrar traduções para o português na net. 

Slave to Sensation é o primeiro livro da série Psy-Changeling da Nalini Singh, que logo de cara nos convida para um mundo cheio de intrigas políticas, conspirações e muita paixão. O mundo criado pela autora é complexo e a cada livro surgem novas facetas, novas reviravoltas e é impossível não se maravilhar com tudo que ela criou. 

A história se passa em um mundo alternativo, habitado por três raças: os humanos, os Changelings (que conseguem se transformar em animais) e os Psys (que possuem poderes psíquicos). Devido à instabilidade emocional e onda de violência que assolava a terceira raça, o Protocolo do Silêncio foi adotado cem anos atrás e com ele todas as emoções erradicadas: os Psys agora se prezam pelo seu lado racional e veem os sentimentos como uma fraqueza, algo que torna os Changelings e humanos inferiores. Nesse contexto, o livro narra a história de Sascha Duncan (uma Psy que se considera “quebrada”) e Lucas Hunter (o alpha do clã de leopardos) procurando um psicopata cujas vítimas são mulheres Changelings. 

Acho importante ser meio vaga sobre o enredo, porque uma das graças desse enredo é exatamente o suspense criado pela autora, mas garanto que é uma narrativa sexy, que te prende do começo ao fim. 

O que me faz amar tanto esse livro e essa série? 

É impossível dizer só uma razão. Li pelo menos cada livro da série três vezes e todas as vezes me assombro com o nível de reflexão que cada um me remete; emoção é algo tão intrínseco do ser humano que acho que dificilmente paramos para pensar como seria o mundo sem ela, sem amor, esperança, raiva, ódio, inveja, será que a violência realmente acabaria? Será que existiriam relações não pautadas apenas pelo interesse? Como impedir que uma criança, uma mãe, sinta algo? E os jogos de poder, como ficariam? 

Além da reflexão, tem as relações entre os Changelings, entre os humanos, entre os casais de cada livro. Nalini nos conta história de personagens que lutam com garras e dentes para o seu final feliz, que são cheios de defeitos, mas que aprendem a aceitá-los e que, por mais difícil que seja o passado que enfrentaram, conseguem encontrar alguém que os aceitem por inteiro. 

É uma série que reflete a nossa humanidade: imperfeita, esperançosa e que busca pela felicidade no meio das adversidades da vida. 

2 comentários

Write comentários
thales
AUTHOR
10 de janeiro de 2015 11:58 delete

Pela sua resenha, parece ser um livro muito bom para reflexão. Nunca tinha visto mas já entrou na lista de livros pra ler esse ano haha

http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Ana Paula
AUTHOR
12 de janeiro de 2015 03:40 delete

Oi Giu!
É, eu nunca tinha lido nada sobre a série e gostei muito! A capa tbm é muito bonita, vou procurar para ler a versão traduzida, pq meu inglês para leitura é péssimo! kkkk

Bjo^^

Reply
avatar

Obrigado por comentar!