[RESENHA] After

10:31 3 Comments A+ a-


AFTER
Autora: Anna Todd
ISBN: 9788565530828
Editora: Paralela
After #1

- cedido pela editora -

SKOOB | Compre no SUBMARINO
Depois de bater a marca de um bilhão de acessos na plataforma de leitura Wattpad ao transformar os integrantes da banda One Direction em personagens de uma história de amor sexy, a série After vira livro e promete ser o novo fenômeno editorial. No primeiro livro, Tessa, de 18 anos, sai de casa, onde mora com a mãe, para ir para a faculdade. Até então sua vida se resumia a estudar e ir ao cinema com o namorado doce que conheceu ainda criança. No primeiro dia na faculdade, onde ela passa a dividir um quarto com uma amiga que adora festas, Tessa conhece Hardin, um jovem rude, tatuado e com piercings que implica com seu jeito de garota certinha. Logo, no entanto, os dois se envolvem e Tessa, que era virgem, vê sua sexualidade aflorar. Hardin é inspirado em Harry Styles, um dos membros do One Direction. Os outros quatro músicos da banda Zayn, Niall, Louis e Liam também viraram personagens na trama. Tessa logo descobre que Hardin possui um passado cheio de fantasmas e os dois começam um relacionamento intenso e turbulento.Depois dele, ela nunca mais será a mesma. Os livros nasceram como uma fanfic do One Direction, a banda estrangeira mais popular na atualidade.
Theresa Young é um exemplo de garota. Comportada, estudiosa e com um futuro promissor, Tessa é a filha que toda mãe gostaria de ter. Enquanto os outros jovens iam a festas, ao cinema e coisas do tipo, ela ficava em casa estudando; suas únicas companhias eram sua mãe e Noah, seu namorado, de quem é amiga desde criança. 

Concluindo o ensino médio, Tessa se esforçou bastante para conseguir uma vaga na universidade onde sua mãe desejava que ela estudasse, pois foi onde ela também se formou. Quando chega, então, o dia de ir para a universidade, Tessa é acompanhada por Noah e sua mãe, que querem conhecer o dormitório onde ela vai ficar. Todos se assustam com a colega de quarto de Tessa, uma garota punk chamada Steph, A mãe dela lhe dá vários conselhos e avisos sobre esse "tipo de gente" e lhe recomenda que tome cuidado.

No mesmo dia, Tessa conhece Hardin, um amigo de Steph completamente irritante e sem educação. Cheio de tatuagens, piercings e uma personalidade sarcasticamente desagradável, Hardin implica com o jeito "certinho" de Tessa e tudo o que envolve isso. 

Mas o destino prega uma peça em Tessa e ela, mesmo odiando Hardin (e imaginando que o sentimento é recíproco), se vê cada vez mais atraída pelo garoto rebelde que vai contra tudo o que ela é. Confusa com tudo o que passa a acontecer após a chegada de Hardin, e tentando decidir o que fazer com a sua vida que virou de cabeça para baixo, Tessa acaba se afundando pouco a pouco num relacionamento complexo que vai consumi-la e ao mesmo tempo libertá-la. 
Em um momento eu o odeio, e no instante seguinte quero beijá-lo. Ele me faz sentir coisas que nem sabia ser capaz de sentir [...] Hardin me faz rir e chorar, gritar e surtar, mas acima de tudo faz com que eu me sinta viva.
No começo, eu queria ler After. Achava a capa legal, via todo mundo comentando como era bom... e eu até gosto do gênero. Mas aí eu soube que era fanfic de One Direction e eu não curto a banda nem sei nada sobre eles, e fiquei com um pé atrás. Só que uma amiga leu e ficou completamente eufórica e eu tive que ler. A Paralela ofereceu o livro e eu não pensei duas vezes em aceitar; não me arrependi.
Hardin é como uma droga para mim. Toda vez que eu sinto seu gosto, eu quero mais. Ele consome meus pensamentos e invade meus sonhos.
Fiquei surpreso com como gostei da narrativa de Anna Todd; apesar de ser um livro relativamente "grande", com mais de 500 páginas, li o livro bem rapidinho, pois a escrita da autora é simples e ao mesmo tempo cativante, do tipo que prende o leitor. Começamos a ler sem expectativas nenhuma e, à medida que o ritmo do livro vai se intensificando, não conseguimos largar.
- Você... você me faz querer ser bom... Quero ser uma pessoa melhor para você, Tess.
É bem óbvio que a história do livro é um tanto clichê (muitos livros desse gênero são semelhantes por causa disso), mas a autora conseguiu conquistar leitores com sua escrita simples e um roteiro cheio de surpresas. Enquanto você lê, você nem para pensar que é clichê, não fica comparando o livro ou algo do tipo, simplesmente pelo fato de estar envolvido na leitura demais para isso.
- O quê? O que eu não entendo, Hardin?
- Que eu quero você. Mais do que qualquer outra coisa na vida.
O relacionamento de Tessa e Hardin é bem confuso, mas forte. Os dois passam do ódio para o amor em questão de segundos; é tudo muito rápido, mas vemos que é verdadeiro. Tessa é uma garota bobinha, que cede muito facilmente e Hardin é o cara mais confuso que eu já encontrei dentre todos os livros que li. Ele é bem pé no saco na maioria das vezes e é bem maluco; faz as coisas sem pensar e faz/fala coisas que se tornam sem sentido devido às situações em que ele se encontra. Acho que esse foi o único ponto negativo que vi no livro.
- Você não faz meu tipo, assim como eu não faço o seu. Mas é por isso que fazemos tão bem um para o outro... somos ao mesmo tempo muito diferentes e muito parecidos. Uma vez você me disse que eu desperto o que existe de pior em você. Bom, você desperta o que existe de melhor em mim.
Como eu já comentei, não sei nada sobre a banda, então não sei até onde vai a personalidade/aparência dos personagens em relação aos componentes da mesma. A capa do livro é linda; gosto da imagem, dos tons e da tipografia. Foi a capa que me fez querer o livro. A diagramação é bem simples, mas elegante, e o acabamento final do livro ficou ótimo, apesar de ele ser um pouco pesado.

Resumindo, After é um new adult cativante sobre um relacionamento aparentemente impossível e sobre como o amor ultrapassa barreiras. Anna Todd não poderia ter estreado no mundo literário de uma forma melhor! Recomendo bastante, principalmente para quem gosta do gênero. Não gosto de comparações, mas quem leu o livro Belo Desastre irá gostar bastante de After.




3 comentários

Write comentários
Carla Gomes
AUTHOR
12 de janeiro de 2015 11:11 delete

Eu confesso que não me empolguei nada pelo livro pela capa, muito menos por ter sido inspirado em One Direction, não sou fã da banda nem nada. MAS depois de ler essa resenha, esse livro vai para a minha lista de leitura com certeza. Ele parece ser bom, eu li Belo Desastre e gostei bastante, mesmo achando que o Travis poderia ter mantido o jeito de bad boy até o final (só eu que o achei meio "mulherzinha" no final do livro?). Enfim, não sou a maior fã de livros desse gênero do mundo, mas gosto e esse livro parece ser suuper fofo :3 Adorei a resenha.
Beijos,
cabanadosanjos.blogspot.com

Reply
avatar
Ana Paula
AUTHOR
13 de janeiro de 2015 02:30 delete

Oi Henrique!

Eu achei que este livro era uma distopia.... kkkkkk
Havia sim, me interessado, mas depois da resenha, bem... não me senti pronta a ler isso ainda.... rsrsrsrsrrsrs Isso não quer dizer que sua resenha não foi boa vio? Eu que não sou fã do OD para ler uma fanfic deles.... rsrsrsrsrrs

Bjo^^

Reply
avatar
31 de janeiro de 2015 06:58 delete

Oi,

Sim, amei Belo Desastre e a Fê também me convenceu. Já comprei, mas só vou ler daqui a umas três leituras.. kkkkkk
Eu sei que é cliché, mas a premissa me atraiu. Eu me identifico com histórias assim, porque quando comecei a namorar eu e o Lúcio também éramos um tanto "opostos" assim. Por isso adoro histórias do tipo, e BD me cativou tanto.
Estou curiosa em relação a After, porque mesmo me identificando minha visão é mais crítica do que quando li Belo Desastre.
Beijos.
http://vivianpitanca.blogspot.com.br/

Reply
avatar

Obrigado por comentar!