[RESENHA] Doutor Sono

03:55 13 Comments A+ a-


DOUTOR SONO
Autor: Stephen King
ISBN: 9788581052434
Editora: Suma de Letras
O Iluminado #2

SKOOB | Compre na SARAIVA
Mais de trinta anos depois, Stephen King revela a seus leitores o que aconteceu a Danny Torrance, o garoto no centro de O Iluminado, depois de sua terrível experiência no Overlook Hotel. Em Doutor Sono, King dá continuidade a essa história, contando a vida de Dan, agora um homem de meia-idade, e Abra Stone, uma menina de 12 anos com um grande poder. Assombrado pelos habitantes do Overlook Hotel, onde passou um ano terrível de sua infância, Dan ficou à deriva por décadas, desesperado para se livrar do legado de alcoolismo e violência do pai. Finalmente, ele se instala em uma cidade de New Hampshire, onde encontra abrigo em uma comunidade do Alcoólicos Anônimos que o apoia e um emprego em uma casa de repouso, onde seu poder remanescente da iluminação fornece o conforto final para aqueles que estão morrendo. Ajudado por um gato que prevê a morte dos pacientes, ele se torna o Doutor Sono. Então Dan conhece Abra Stone, uma menina com um dom espetacular, a iluminação mais forte que já se viu. Ela desperta os demônios de seu passado e Dan se vê envolvido em uma batalha pela alma e sobrevivência dela. Uma guerra épica entre o bem e o mal, uma sangrenta e gloriosa história que vai emocionar os milhões de fãs de O Iluminado e satisfazer os leitores deste novo clássico da obra de King.

[RESENHA] O Iluminado - O Iluminado #1

Oi pessoas, como estão? Vocês lembram do final da resenha de “O Iluminado”? Se não lembrar, é só entrar no link disponível para a primeira resenha aí em cima ... Bom, sem mais delongas, vamos à resenha desta continuação de um clássico do terror e suspense de Stephen King – que foi muito esperada pelos fãs. 

Apesar de ter saído com vida do Hotel Overlock, alguns dos fantasmas que Danny teve de enfrentar acabaram o seguindo – literalmente. É o caso da mulher do quarto 217 por exemplo (lembram dela? Fiquei dias sem dormir por causa daquela parte do livro). 
A mulher do quarto 217 estava lá, como ele sabia que estaria. Sentada nua na privada, com as pernas esticadas e as coxas pálidas e arqueadas. Seus seios verdes pendiam como balões vazios. O tufo de cabelos no baixo ventre era grisalho. Os olhos também eram cinzentos, como espelhos de aço. Ela o viu e seus lábios se contraíram em um sorriso.
E, por mais que Danny tivesse Dick Halloran, o cozinheiro do Overlock que, assim como ele, também era um pouco “iluminado”, para ajuda-lo e orientá-lo com seu dom, nem sempre as coisas acabam como esperamos. 

Afinal, Dick ensinou Danny a aprisionar os fantasmas remanescentes, bem fundo, em caixas em sua mente. Também ensinou a Danny como fazer para não dar poder a eles, Mas as lembranças ... ah! Esses são “fantasmas” que não podem ser eliminados da cena dos pensamentos da mesma forma. 

E assim, por uma ironia do destino (ou por que realmente somos frutos de nossos pais, por mais que as vezes isso nos seja doloroso), Danny, agora Dan, descobre que é a bebida a única que consegue calar por completo as vozes que o assombram e atormentam. 

Assim, nos primeiros capítulos vamos acompanhar Dan, um adulto que não consegue manter-se nos empregos que consegue – ou cidades, ou vidas – por que logo a vontade de beber fica insuportável e, com ela, vem a raiva. A mesma raiva que fez seu pai Jack Torrance, quebrar o braço do pequeno Danny. Quando tinha apenas 3 anos. 

Dizem – e King nos lembra – que todo alcoólatra tem seu fundo de poço. E Dan parece ter finalmente encontrado o seu quando, acordar ao lado de uma desconhecida, não só a abandona com um pequeno filho com marcas de maus tratos. Também rouba todo o dinheiro de suas carteira, calculando quantos dias consegue se manter bêbado com a quantia. 

É então que Dan se dá conta do que se tornou. E que chegou a hora de parar. E de encontrar um lar. E de se tornar – claro, ele ainda não sabe – o Doutor Sono, ao ajudar os idosos da cidade onde vai morar a “passarem para o outro lado”, o que acaba por lhe render este apelido. 

Só que é King quem esta escrevendo e, claro, Dan vai encontrar muito mais do que só um lar. Ele vai encontrar Abra. E Abra não é apenas iluminada. Se Halloran era uma vela e Danny uma lâmpada de 200 watts, Abra é um farol IMENSO. E Dan não deve apenas encontrá-la e dizer quem e o que ela é. Ele também deve protegê-la do Verdadeiro Nó, organização que se “alimenta” de iluminados. 

O que mais posso dizer? Recebi o livro com atraso, mas a leitura? Não durou um dia. Praticamente não comi nem dormi neste dia, até chegar ao desfecho do livro. King conseguiu se superar com “Doutor Sono”. 

Bom, uma coisa deve ficar clara: o terror de “Doutor Sono” é muito mais útil que do “O Iluminado”, então não espere pelo mesmo cenário, cheio de sustos e surpresas atrás de cada porta. Mas há um terror mais sutil, uma trama mais elaborada, cheia de não-ditos e de mensagens dentro de mensagens – bem ao estilo de King – que deixam a escrita, a história, os personagens, fenomenais! 

Além disso – como também não poderia deixar de ser –, encontraremos referências a outras obras, como a queridinha “A Torre Negra” (que ambiciono resenhar um dia) e bem no comecinho encontraremos uma menção a Charles Manx, o vilão de “Nosferatu” (de Joe Hill, seu filho). 

Tive muitas reações ao livro. Fiquei angustiada em alguns momentos, ri em outros (apesar de que o humor de King é sempre sombrio), fiquei às lágrimas em diversos deles. Mas o principal: me senti tocada. No fim do livro, há um momento em que King diz ter se questionado sobre se conseguiria contar de forma satisfatória o que tinha acontecido com o pequeno Danny. Minha resposta é SIM. Se você não leu, leia. Recomendo!


13 comentários

Write comentários
Raquel Pagno
AUTHOR
27 de novembro de 2014 04:02 delete

Stephen King é complicado... rsrsrs
Bom pela resenha já dá pra perceber que esse livro me traria pesadelos. Aconteceu com o primeiro de A Torre Negra e esse não parece ser diferente... kkkk
Ainda vou terminar de ler a série e depois partir para as outras obras do autor. ;)
Beijos!

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
27 de novembro de 2014 08:46 delete

Adorei saber que ele faz referencia ao Charles Manx!!!!!!
King é King, esse é o unico jeito que consigo descrever esse autor.
Ainda não li este livro, mas não gostei muito de O Iluminado (sim, podem me matar). Gostei de você ter dito que o terror é mais sutil e elaborado, mensagens dentro de mensagens é tudo de bom, nos faz pensar.

Reply
avatar
Janaina Silva
AUTHOR
27 de novembro de 2014 11:03 delete

Também não tive uma boa experiência com O Iluminado.
Mas agora fiquei curiosa em ler Doutor Sono.
Pela velocidade em que leu o livro,a trama deve ser fascinante.

Mas vou ler durante o dia.A noite nem pensar! ;)

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
27 de novembro de 2014 13:04 delete

Ainda não li os livros do King, mais fiquei bastante curiosa para aderi-los a minha listinha de desejados.
Fiquei super interessada para ler os livros, apesar de não gostar muito de livros de suspense e de terror.
Tomara que os livros dele, se tornam filmes logo.

Reply
avatar
Moniiqueta
AUTHOR
27 de novembro de 2014 13:16 delete

Sheila,
Meu você escreve as resenhas dos livros de Stephen com uma confiança e uma amor pelos livros que é quase contagiante (QUASE) porque esse não é meu tipo de leitura infelizmente =/ .
Mas é interessante que o autor conseguiu criar uma continuação depois de anos do lançamento do primeiro e conseguiu manter o padrão do livro..

Reply
avatar
Ana Paula
AUTHOR
28 de novembro de 2014 03:29 delete

Oh! Pai! Preciso ler o primeiro livro e consequentemente o segundo... amo King, mas seus livros são tão carinhos.... Comprei Misery, vou ler assim que chegar!

Bjo bjo^^

Reply
avatar
28 de novembro de 2014 18:47 delete

nossa eu nao gosto muito de livros de terror nao kkkkkk pois nao consigo ler a noite nao consigo nem ver filmes imagina livro que exige imaginaçao shauhsuahsua mais o livro parece ser bom pra quem gosta desse genero

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
29 de novembro de 2014 17:18 delete

O primeiro livro que eu li desse autor, foi 'O Nevoeiro' e eu realmente amei. O Stephen tem um jeito único de contar histórias.
Eu ainda não consegui ler esse dele (tenho uma lista infinita pra acabar), mas desde que eu vi o lançamento eu já coloquei ele na lista. Tomara que eu consiga ler o mais breve possível!
Só lendo a resenha eu já sei que vou ter preparar o coração, porque parece ter bastante mistério e suspense (o que eu amo), e que sempre tem nos livros do Stephen. Não posso dizer muita coisa, porque não li, mas posso dizer que eu realmente quero ler, e que eu gostei muito do que eu li na resenha. E que eu fiquei super curiosa pra saber o porque de você não ter conseguido largar a leitura.

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
30 de novembro de 2014 10:45 delete

Depois de assistir a adaptação de O Iluminado, perdi qualquer interesse em ler ao livro. Maaas... como esse livro pode ser lido independentemente de ter lido o primeiro, talvez eu leia esse. Meu problema com os livros do Stephen King é a quantidade absurda de páginas e que mesmo a Sheila tendo lido em um dia, fico receoso de pegar para ler algo com tantas páginas.

Reply
avatar
Girlene Viey
AUTHOR
30 de novembro de 2014 11:24 delete

Nossa, gosto deste gênero.
Me fez me apaixonar rapidamente pois são cheios de detalhes
que parece que tudo esta acontecendo na sua frente!
Lendo a resenha me fez gosta mais ainda

Reply
avatar
Caroline
AUTHOR
30 de novembro de 2014 12:45 delete

Oi Sheila... Esse não é o meu gênero literário favorito, até doei o livro do autor que eu tinha. Não recordo o nome, mas era bem fraquinho. Adorei o nome Abra. Tão diferente. O meu medo dos livros do King é o fato dele mexer com a gente de modo que nos deixe sem dormir, reconheço que ele é o cara. Mas espero um dia ler outro livro dele, como Sob a redoma. Beijos!

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
30 de novembro de 2014 14:26 delete

Olá, Sheila!

Infelizmente ainda não li NADA do Stephen King, mas como ele é altamente bem criticado, tenho muita vontade de adquirir uma (ou várias) de suas obras. Adorei sua resenha e tomarei esse livro como dica para futuras aquisições :)

Até logo,
Sérgio H.

www.decaranasletras.blogspot.com

Reply
avatar
4 de dezembro de 2014 16:25 delete

Oi pessoas muito obrigada por todos os comentários! Gostaria de ter respondido um por um, mas essa correria de fim de ano não só me tomou, mas me engoliu... abraços a todos e todas!

Reply
avatar

Obrigado por comentar!