[RESENHA] Apenas Um Dia

10:35 3 Comments A+ a-


APENAS UM DIA
Autora: Gayle Forman
ISBN: 9788581634500
Editora: Novo Conceito

- cedido em parceria com a editora -

SKOOB | Compre na AMAZON
A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida. Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.
Apenas um Dia conta a história de Allyson que, prestes a se formar na faculdade, vai fazer a famosa EuroTrip com sua melhor amiga, Melaine. Apesar de super próximas, as duas são bem diferentes. Enquanto Melaine é festeira e aproveita seus dias como se fossem o último, Allyson é mais quieta, prefere sempre voltar para o hotel a ir para alguma festa, por exemplo. Quando a excursão já está quase acabando, elas conhecem Williem, um holandês misterioso que as convida para assistir a peça de Shakespeare em que está participando. 

Conheci a Gayle com Se eu Ficar, posteriormente com Para Onde Ela Foi e agora com Apenas um Dia. Ainda que já esteja acostumada com a escrita da autora, é incrível como ela consegue me surpreender. A forma de narrar uma história é tão intima, que fica difícil não se apaixonar. 

Mais do que uma história de amor, estamos diante de um livro que mostra uma garota que aprendeu a amar a si mesma. Apenas um Dia convida o leitor a mudar e correr atrás do que é melhor para si. Os personagens são marcantes e tão maravilhosos que o leitor fica totalmente próximo a eles. Me identifiquei com Allyson que sofre com uma mãe que quer que ela avise se chegou, que liga toda hora, que acha que sabe o que é melhor para ela. Gostei do ar de mistério do Williem que, ao mesmo tempo que te deixa receosa de confiar nele, te faz pensar “porque não?”. Gostei da aura livre da Melaine, que faz o que quer e não dá a mínima para os outros. 

Foto: Raquel Araújo
Posso dizer que Apenas Um Dia despertou em mim, sentimentos que não conseguem ser nomeados. Usando Shakespeare como fonte de inspiração, a autora dá um show de sentimentalismo e mostra toda a insegurança e dos dramas de uma adolescente, que poderia ser uma jovem ou uma adulta. Não importa. Texto rico, sensível e profundo. 

Terminei o livro com a certeza ainda maior de que tudo pode mudar em um dia e que o amor, muitas vezes, pode ser como uma marca de nascença. Que por mais que tentemos apagá-la, ela está lá, para sempre no nosso corpo. E se é para entrar no clima de “apenas um dia” tenha certeza de que esse é o tempo que você vai levar para ler o livro. 
Parte de mim sabe que mais um dia não servirá para nada além de postergar o coração partido. Mas outra parte de mim pensa diferente. Nascemos em um dia. Morremos em um dia. Podemos mudar em um dia. E podemos nos apaixonar em um dia. Qualquer coisa pode acontecer em um dia.
Como eu falei anteriormente, já li os outros livros da autora, então acho que já me adaptei a essa vontade da Gayle em fazer com que o leitor crie o seu próprio final. Não posso dizer que eu apoio totalmente esta opção, mas ela é, no mínimo, ousada em fazer isto. Preparem-se para ficar com raivinha dela. Mas fiquem tranquilos porque tem mais história em Apenas Um Ano e Apenas uma Noite. 

Gayle entrou para aquela minha lista seleta de autores que eu leria até mesmo a lista do supermercado. Intensa, surpreendente, apaixonante, essa é a Gayle e, sinceramente? Acho que todos os livros dela deveriam vir para o Brasil!

Cinco estrelas e, com certeza, favorito!


3 comentários

Write comentários
Ana Paula
AUTHOR
11 de fevereiro de 2015 03:52 delete

Oi Raquel!

Eu nem sabia que a autora tinha mais este livro pela NC. Li Se eu Ficar e não gostei muito... mas daria uma chance a este, pois gostei da sua resenha!

Bjo bjo^^

Reply
avatar
18 de fevereiro de 2015 05:46 delete

Li Se eu ficar e Para onde ela foi, adorei o primeiro mas não gostei muito do segundo. Logo que lançou Apenas um dia fiquei meio receosa de ler, já tinha lido minha cota de Gayle Forman, mas esse livro parece ser muito diferente e de certa forma mais descontraído. Gostei muito da resenha, e se eu tiver oportunidade, com certeza lerei o livro. Beijos
www.reinodaloucura.blogspot.com.br

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
20 de fevereiro de 2015 07:50 delete

Oi Raquel!
Ainda não li nada da autora, mas com todas as resenhas positivas estou muito curiosa sobre a escrita e sobre os finais que ela cria. Apenas um dia chamou muito minha atenção assim que vi entre os lançamentos, mas infelizmente ainda não li, espero mudar isso logo e também me envolver bastante com a história!
Bjs

Reply
avatar

Obrigado por comentar!