Fondue para Dois #1 - Alyson Noël

12:11 6 Comments A+ a-



Hey, hey, galera! Vocês devem estar se perguntando: que tipo de coluna se chama "fondue para dois"? Bom, se você gosta tanto quanto eu da série Glee, você já sabe do que se trata. Se não, vou explicar. 

Fondue para Dois será nada mais que uma coluna de entrevistas! O nome vem do webshow que uma das personagens do Glee faz, onde ela entrevista alguns convidados. Como eu adoro Glee e achei muito criativo, decidi adotar o título.

Então, para começar a coluna com o pé direito, nossa primeira convidada é a Alyson Noël, autora bestseller do NY Times, conhecida principalmente pelas séries Os Imortais e The Soul Seekers, além de outros livros lançados. 

Eu já vinha pensando em fazer essa coluna há algum tempo e, quando mandei um twit para a Alyson e ela me respondeu dizendo que "claro", eu fiquei incrivelmente feliz e agradeço imensamente o carinho dela. Obrigado, Alyson <3 

Vamos lá?


Fazendo uma busca sobre você, descobri que sua inspiração para escrever veio quando você estava na sexta série, lendo Are You There the God? It's Me, Margaret, de Judy Blume. Você confirma esta informação? Se sim, poderia nos dizer como este livro lhe inspirou e se o mesmo continua servindo como inspiração nos dias de hoje?
No dia em que terminei o meu primeiro livro de Judy Blume eu sabia que queria ser uma escritora. Eu sempre fui uma ávida leitora, começando com Green Eggs and Ham, por Dr. Seuss, e progredindo através de Charlotte Web, por EB White, e todos os livros de Little House on the Prairie, de Laura Ingalls Wilder. Mas foi Are You There the God? It's Me, Margaret e Deenie, de Judy Blume, que me fizeram sentir como tivessem sido escritos apenas para mim e meus amigos e por todas as coisas que estávamos passando. Esses livros me fizeram perceber como uma história pode ser tão compreensível e pessoal. E eu sabia que um dia eu queria tentar escrever assim também. Judy Blume realmente abriu o caminho para os futuros autores YA da ficção contemporânea. E sim, eu a admiro muito por este dia!
Suas séries de maior sucesso, Os Imortais e The Soul Seekers, são repletas de elementos místicos, como as auras ou os espíritos animais. De onde vieram as idéias para os livros? Há lendas e/ou alguma história pessoal sua por trás dos romances que você escreve?
A maioria das minhas histórias são inspiradas em experiências pessoais - eu roubo de minha própria vida o tempo todo. Os Imortais foi inspirada pela dor que eu experimentei, há alguns anos, depois de perder três pessoas que eu amava em cinco meses horríveis, e, em seguida, quase perder meu marido para a leucemia (ele está em remissão completa agora), alguns meses depois. Na época, parecia que todo o meu mundo estava desabando, e isso me fez pensar muito sobre a vida e a morte, a mortalidade e a imortalidade, a jornada da alma, e como ainda podemos sentir um vínculo com os nossos entes queridos, mesmo muito tempo depois de terem está desaparecido. Desde que eu sempre fui interessada em todas as coisas paranormais; decidi explorar essas perguntas em uma história. A jornada de Ever e Damen nasceu disso. 
Eu fiz um monte de investigação enquanto escrevia Os Imortais, a série Riley Bloom e a série The Soul Seekers. Eu fiz uma aula de desenvolvimento psíquico com o conhecido James Van Praagh. Eu fiz a hipnose de vidas passadas com Dr. Brain Weiss. Fiz um curso de Xamanismo básico de três dias com um xamã do sexo feminino, e muitas dessas experiências encontraram seu caminho para os livros.
Recentemente, Místico chegou às livrarias brasileiras pela editora LeYa. Quais suas expectativas em relação aos leitores nessa nova fase da vida de Daire?
Estou tão animada para compartilhar Místico com os meus leitores brasileiros e espero que aproveitem este próximo capítulo da aventura de Daire! Cada livro começa onde o último parou, e a vida de Daire está prestes a se tornar ainda mais perigosa e excitante do que ela jamais imaginou. Desde que chegou em Encantamento, Novo México, tudo na vida Daire Santos mudou. E nem tudo para melhor. Enquanto ela começa a aceitar e abraçar seus novos poderes como uma candidata a Caçadora de Almas, Daire luta com a responsabilidade de navegar entre os mundos dos vivos e dos mortos. E com o destino de seu namorado, Dace, na balança, Daire deve deixar de lado seus sentimentos pessoais e se concentrar em derrotar Cade, cujos planos malignos ameaçam a todos que ela ama e do mundo como ela sabe disso.

As capas dos seus livros e todo o design dos seus livros são sempre impecáveis. Você participa ativamente na produção dos mesmos?
Tenho uma participação mínima. Eu devo tudo a do departamento de arte da minha editora, que faz um trabalho incrível. Estou sempre admirada com o fato de que eles nunca deixam de vir apenas com a imagem certa para transmitir o mundo da história!
Sabemos que você morou por um período em Mykonos, na Grécia. Algo lá lhe deu inspiração para um possível livro que ambiente a cultura local?
Eu adorava viver em Mykonos - é um lugar bonito e eu tive a sorte de ser capaz de passar tanto tempo lá. Minhas experiências lá me inspiraram a escrever tanto Fly Me to the Moon (um romance adulto) quanto Verão Cruel - um romance YA contemporâneo. No ano passado, eu tive sorte o suficiente para fazer uma sessão de autógrafos em Atenas, Grécia, onde tomei mais uns dias para visitar meus velhos amigos em Mykonos. Foi incrível retornar depois de tantos anos!

Você participou da antologia Beijos Infernais juntamente com outras grandes autoras. Qual foi a sensação para você?
Fiquei emocionada quando fui convidada a fazer parte dessa antologia ao lado de algumas das minhas autoras paranormais preferidas. Cada uma de nós contribuiu com uma história curta - o meu conto é intitulado Bring Me to Life, um romance de vampiros situado numa escola de arte britânica. Foi muito divertido de escrever e espero que os leitores se divertam também! Uma parcela das vendas são doados para à College Summit, um programa concebido para ajudar adolescentes de comunidades carentes a se prepararem para a faculdade. Estou muito feliz por ter sido parte deste projeto que ajuda os outros a alcançarem os seus sonhos!
Hoje, você tem vários fãs e leitores ao redor do mundo que acompanham suas histórias e torcem pelos seus personagens; ainda podemos esperar por mais e mais histórias além das que acompanhamos atualmente? Já tem algo em mente?
Atualmente estou trabalhando em uma nova série, intitulada Unrivaled, situada no mundo acelerado das casas noturnas de Los Angeles, onde três adolescentes são apanhados em uma competição de alto risco, cujas medidas desesperadas que eles tomam para ganhar os tornam suspeitos em um crime misterioso. A história é ousada, sexy, glamourosa, misteriosa, romântica, cheia de suspense, e eu estou me divertindo muito escrevendo! O primeiro livro da série deve ser lançado no início de 2016. Eu mal posso esperar para compartilhá-lo com todos!
Agradeço imensamente por sua disposição em responder às minhas perguntas. É uma honra poder saber mais sobre você e sobre seus livros. Por fim, gostaria de saber se há alguma previsão de quando voltará ao Brasil e se quer deixar algum recado para seus leitores brasileiros! 
O prazer é meu - muito obrigado pela entrevista! Eu tive grandes momentos em minhas duas últimas turnês pelo Brasil! É um dos meus lugares favoritos - eu amo amo amo o Brasil e meus adoráveis leitores brasileiros e eu realmente espero visitá-los novamente em breve!

Então, pessoal, o que acharam? Gostaram da coluna? A Alyson é mesmo muito atenciosa com seus leitores e eu adoro seus livros. Se você ainda conhece pouco sobre ela, certamente essa entrevista ajudou. Visite a página da autora no SKOOB e conheça todos os seus livros. E, se quiser contar para ela o quanto gosta de suas histórias, visite seu Twitter: @AlysonNoel ou seu site: www.alysonnoel.com

Por fim, não posso deixar de agradecer a Raquel Araújo, por ter me ajudado e me incentivado a seguir com essa entrevista e agradeço também a Priscila Boltão, que traduziu minhas perguntas para a Alyson. Obrigado <3

Espero que tenham gostado! Aguardem, pois logo logo eu vou trazer mais 'Fondue para Dois' para vocês!


 

6 comentários

Write comentários
13 de julho de 2014 17:46 delete

Rique, que coluna bacana essa (isso é o que eu chamo de começar com o pé direito). Parabéns! Para ser bem honesto, não sabia quase nada da Alyson e fiquei encantado com a simpatia dela - sério, ela parece ser alguém incrível - o que me instigou a dar uma burlada na fila e dar vez à dezena de livros dela que me aguarda na estante. A propósito, boa escolha de perguntas! Entrevista muito bacana mesmo. Continue com a coluna, é sempre bom saber mais sobre os autores que tanto nos fascinam.

Assim me despeço, com a promessa de voltar.
E como há braços, abraços.
Caleb Henrique - Viajante Literário

Reply
avatar
17 de julho de 2014 08:05 delete

Nossa Rique arrasou com essa entrevista, eu nunca pensaria em entrevistar um autor de fora, apesar de querer.
Gostei de conhecer mais a autora e ela me pareceu ser mesmo muito simpática e atenciosa.

Abraços
Vivi

Reply
avatar
18 de julho de 2014 11:35 delete

Muito bacana, bom que da pra entender mais sobre o autor né, tbm tenho várias perguntas a alguns autores favoritos, infelizmente a minha autora favorita do ♥ já se foi, mas existem outros que tenho muitas perguntas e curiosidades, todos nós temos né verdade, ainda não li nenhum livro da Alyson Noël =/

Reply
avatar
Moniiqueta
AUTHOR
23 de julho de 2014 19:01 delete

Ahh Alyson =)
Quando li Para Sempre a primeira vez me apaixonei..pena que a autora não consegui manter o mesmo ritmo nos demais livros, ela acabou se perdendo..Comecei a acompanhar Sonhos e achei o primeiro livro um tédio.. Mas concordo com vc AS CAPAS SÃO LINDAS *-*
Alyson é muito fofa, já vi outras entrevistas dela e a interação e cuidado que ela possui com os leitores..acho bacana essa interação entre autores/leitores e as redes sociais ajudam muito isso.
Ótima ideia de coluna e bom início.

Reply
avatar
23 de julho de 2014 19:43 delete

Parabens pela entrevista!!!
Esse povo tá ficando muito chique e internacional! hahaha
Ela realmente é muito simpatica, li pouca coisa dela, mas gostei da escrita.

Beijinhos
Sou eu... Pri!

Reply
avatar
28 de julho de 2014 18:36 delete

Aeee!!! Que máximo, conseguir entrevista internacional logo na sua primeira entrevista, heim??
A Alyson é uma simpatia! Dá para perceber que ela se importou em pesquisar e fazer sua série baseada no que realmente existe no meio de nós. Eu preciso ler alguma série dela!
Beijos,
Déia!
Own mine

Reply
avatar

Obrigado por comentar!