[RESENHA] Belleville

12:24 5 Comments A+ a-


BELLEVILLE
Autor: Felipe Colbert
ISBN: 97885816341111
Editora: Novas Páginas (Novo Conceito)

- recebido em parceria com a editora -

SKOOB | Comprar na SARAIVA

Se pudesse, Lucius aterrissaria em 1964 para ajudar Anabelle a realizar o grande sonho do seu falecido pai! De quebra, ajudaria a moça a enfrentar alguns problemas muito difíceis, entre eles resistir à violência do seu tio Lino. Claro que conhecer de perto os lindos olhos verdes que ele viu no retrato não seria nenhum sacrifício... Sem conseguir explicar o que está acontecendo, Lucius inicia uma intensa troca de correspondência com a antiga moradora da casa para onde se mudou. Uma relação que começa com desconfiança, passa pelo carinho e evolui para uma irresistível paixão – e para um pedido de socorro...

Belleville é o primeiro romance de Felipe Colbert que leio, apesar de já ter ouvido falarem que ele é bom no que faz. Lendo este livro, eu pude comprovar. Não entrou para minha listas de favoritos, mas se eu avaliasse livros aqui, esse com certeza receberia cinco estrelas.

O livro começa falando sobre Lucius, um rapaz que se mudou para Campos de Jordão para cursar Matemática. Na casa onde vai morar, um pouco antiga, Lucius encontra um projeto inacabado nos fundos e uma caixa enterrada com uma carta dentro.

Anabelle, uma moça que vivera na casa cinquenta anos antes, havia escrito a carta explicando o sonho do seu pai: construiu uma montanha-russa, a qual ele chamou de Belleville. Lucius, sabendo que não poderia ir adiante com o sonho do homem, escreve uma carta para o próximo morador e enterra dentro da caixa junto com a carta de Anabelle.

Enquanto isso, em 1964, Anabelle sofre com a perda do pai e está começando a entrar em desespero, pois o que ela tinha para se manter está acabando e ela já não tem mais ninguém para cuidar dela. Então, ela percebe que a terra onde ela havia colocado sua caixa foi remexida e quando abre a mesma, uma nova carta acompanha a que ela havia escrito. 

A partir daí, Lucius e Anabelle entram em uma troca de cartas surpreendente, que quebra as barreiras do tempo. Mesmo tão distantes, uma ligação passa a se formar entre eles e não demora para que um se apaixone pelo outro.
Sei que uma história é boa quando ela "gruda na minha cabeça, fazendo com que eu pense nela por alguns dias, mesmo depois de ter terminado a leitura. Com Belleville foi assim. Impossível esquecer Lucius e Anabelle. - Marina Carvalho, autora de Simplesmente Ana.
Concordo plenamente com a Marina quando ela diz que é impossível esquecer os personagens. Lucius, apesar de ter sido chatinho em alguns momentos, é um ótimo personagem. Anabelle é incrível; é a personagem a qual você se apega logo de cara. 

O livro é narrado em primeira pessoa, às vezes com Lucius, às vezes com Anabelle, o que dá uma aproximação maior aos personagens. A narrativa de Felipe Colbert se mostra digna das boas críticas com a montanha-russa de sentimentos que o livro faz o leitor sentir. Quanto mais avançamos na leitura, mais ficamos encantados com o livro. Além de tudo, a trama é original e muito bem elaborada, com um final impressionante.

Uma das primeiras coisas que meio à mente quando concluí a leitura, foi que o livro é merecedor de uma adaptação cinematográfica; a história tem tudo para dar certo e nos faz querer ver aquilo acontecendo. O trabalho físico do livro está impecável. Capa incrível e diagramação simples, mas bonita. A Novo Conceito realmente arrasou no trabalho!

Recomendo muito que leiam Belleville, pois é um dos melhores livros nacionais que já li!






5 comentários

Write comentários
Unknown
AUTHOR
8 de maio de 2014 15:05 delete

esse é dos livros que paquerando, mas nunca sobra dinheiro pra comprar e ninguem tem pra emprestar.... otima resenha cara... me fez ficar ainda mais interessado.

Reply
avatar
9 de maio de 2014 05:08 delete

Nossa a história realmente parece ser fascinante. Fiquei muito interessada por saber eles conseguem romper a barreira do tempo e se comunicarem, e assim, surgir um romance. Agora por sua culpa terei que ler o livro...mais um pra lista.

Abraços
Vivi

Reply
avatar
14 de maio de 2014 11:48 delete

Para começar nem sabia que o livro era nacional O.o
Achei bacana o enredo e também concordo que ele seria digno de uma adaptação cinematográfica ^^
Esse livro está na listinha interminável de desejados, principalmente porque é da NC e eu simplesmente amo o trabalho dela.
Beijocas ^^

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
27 de maio de 2014 20:56 delete

Achei demais quando soube que esse livro tratava disso, uma troca de cartas entre o passado e o presente, ainda bem que o autor soube escrever essa história bem, com personagens marcantes, com certeza é um livro nacional que tem tudo o que os internacionais trazem, preciso ler para saber o que esse final surpreendente proporciona ao leitor.

Reply
avatar
30 de maio de 2014 06:16 delete

Muito legal ler uma resenha tão positiva de um livro nacional, esse ano eu comecei lendo só livros nacionais, li acho que 4 e gostei muito de todos, só um que achei razoavel, eu tbm nao li nada desse autor e quero começar por esse Belleville, a sinopse me atraiu muito e as resenhas que vi aumentaram minha vontade de ler.

Reply
avatar

Obrigado por comentar!